contador free

SOBRE MIM

Nessa página o som que rola é da minha principal web rádio. Aqui ouvimos o som da Rádio Mauá News FM - Abaixo segue a minha Biografia e um pouco mais sobre mim. 

Juvenal Rodrigues Silva Filho "Locutor Juninho Milk" 17/03/1967 nome Artístico do Locutor, Comunicador, Ator e Editor de Conteúdos . Juninho crê ter sido a primeira pessoa a montar rádio comunitária na cidade de Mauá. A rádio tinha o nome Radial FM e usava o slogan: A rádio do seu Dyal, Dyal é o nome daquele ponteirinho onde marcava os números das emissoras no visor dos rádios. Operava na frequência de 90,9 MHz e se manteve no ar entre 1990 a 1993. Juninho Milk, Dj Ito, Douglinhas Moreno, José Godóy, Praxedes, Jérry, Demisinho, Edilsinho, Jocél, Robson, Jorge Ferreira Lacerda, Josué Queiróz, Tom Bocão, Jalete, Beto Bajja Buggy e outros, fizeram parte dessa rádio que bombava em audiência por ser novidade na região. Em 1993 com o fechamento da emissora Juninho Milk entra no mundo do radioamadorismo. Inicialmente com um rádio 19 DX ao qual falava em AM com vários pontos do Brasil e chegava a manter contato até com a Argentina. Trazendo a linguagem do rádio para as rodadas de bate papo, não demorou muito para o comunicador comandar rodadas com até 60 pessoas simultaneamente se comunicando por noite. As rodadas terminavam sempre bem de manhãzinha, tipo 6 a 7 da manhã e abordava temas do cotidiano, piadas, conversas sobre política e até casos de assombração. O rádio amadorismo fez parte de sua vida entre os anos de 1993 a 2008. Seu indicativo de chamada cadastrado na Anatel é: PX 2M 9788. Desistiu do radioamadorismo devido á migração de muitos de seus amigos para a internet e por causa da morte de muitos dos rádios operadores de sua época. Participações em Rádios FM - Em 1994 fez parte da Nacional FM 102,7 MHz do amigo Marcos e do Manezinho, vindo a sair da emissora nesse mesmo ano para cuidar do seu pai que teve um segundo AVC. Seu pai teve 2 AVC's, um no ano de 1990 e outro no ano de 1994, vindo a falecer num 25/02/1998. Cuidando do pai, o comunicador se isolou do rádio até o ano de 1996. Nesse ano tentou se integrar á equipe  da rádio Jovem FM 99,7 MHz, foi esnobado pelo dono e  menos de um ano depois o comunicador foi convidado por João Jabá a fazer parte parte da equipe da rádio Delta FM 107,1 MHz, sendo locutor Disk joquey, locutor publicitário e diretor de programação da emissora. No finalzinho de 1997 devido a ciumes, contendas, invejas e chateação o comunicador deixou a rádio Delta FM e passou a integrar a equipe da rádio Barão FM 97,1 MHz. Ali permaneceu por 2 meses, pois devido a complicações com a polícia federal o dono da rádio resolveu a fechar esperando documentos da rádio serem aprovados pela Anatel, fato que nunca aconteceu. Com o fechamento da emissora o comunicador se transferiu para a rádio Nova Alternativa FM 101,3 MHz, mais uma vez o passou por apuros, pois o dono da rádio era muito acomodado e sugava os locutores da rádio, era um ambiente difícil de se trabalhar. Dono de temperamento que não aceita desaforos o comunicador se demitiu poucos dias após se integrar á equipe da Nova Alternativa FM. Poucos dias depois foi indicado por uma fã "Valdete" a conversar com o dono da DX FM 105,9 "Sandro Barros". Dessa conversar com Sandro Barros em poucos minutos de conversa surgia a rádio de maior audiência da cidade de Mauá a Digital FM 105,9 MHz. Sandro Barros, Dona Maria, Seu Mauro, Nando e Fábio acompanharam o comunicador na direção da emissora que em menos de 3 meses liderava entre as rádios mais ouvidas da grande São Paulo. Em poucos meses Claudinho Alves se integrou á equipe, Tony assessorava entrevistas e ajudava a rádio a fazer ótimas entrevistas com grandes nomes da música dos anos de 1997/98/99, Serginho Da Villa+ vendia espaço publicitário e o sincronismo de tudo fazia com que a rádio bombasse em audiência. Digital FM foi referencia em rádio e a rádio que bateu todos os recordes de audiência no ABC Paulista durante 1 ano e 6 meses em que Juninho Milk a coordenou. A rádio competia pau a pau com rádios tipo Gazeta FM 88,1 MHz, que era a mais ouvida em São Paulo nessa época. A sua audiência dentro da cidade de Mauá era em torno de 80%. Claudinho Alves, Tony, Edilson Oliveira, David Santos, Edinho Ferreira, Nando, Dj Fábio, Lucas Gatione (Hoje repórter da Rede TV) e outros, fizeram parte da equipe líder da Digital FM 105,9 MHz. A rádio usava a vinheta: A ÚNICA !! como seu carro chefe e seu slogan era: A ÚNICA !!! A rádio distribuía potes de sorvetes para os ouvintes no verão (não era 1 picolé, era um pote de sorvete), no natal distribuía panetones, e durante toda a programação fazia prestação de serviço, ajudando a encontrar documentos perdidos ou pedindo a ladrões devolver carros roubados e obtinha sucesso até nisso. Teve um ladrão que saiu do carro e deixou o carro no lugar após o comunicador Juninho Milk pedir no ar que ele fizesse isso e salvasse seu dia, sua consciência e devolvesse o carro, que era o fonte de sustento de quem ele tinha roubado no comecinho da manhã. A resposta foi imediata e poucos minutos um ouvinte ligava pra rádio emocionado avisando que as 18 horas e 15 minutos, um cara estacionou na frente de sua casa o carro roubado e saiu do veiculo o deixando com as portas abertas.Foi a rádio de maior repercussão na cidade de Mauá. Em 1999, após desgaste com os vices diretores da Digital Juninho Milk se desliga da emissora e retorna a Alternativa FM (Que agora tem o nome ATIVA FM 101,3 MHz) Tantas coisas acontecem nesse pouco tempo de retorno de Juninho á emissora. A emissora é assaltada por dono de emissora concorrente, Juninho é obrigado a comprar CDs para ter novidades musicais para tocar na programação de uma rádio que não era sua pelo fato de o dono ser folgado e acomodado, Juninho vê o telefone da rádio a beira de ser cortado com avisos sequenciais da Telefônica que ia cortar a linha por falta de pagamento. Nesse período devido á prometerem um salário X e não pagar nem um salário y, Juninho passa por apuros financeiro e vai pedir adiantamento de salário ao dono da rádio para comprar alimentos e pagar suas contas atrasadas. É apresentado a um monte de cheques de valor alto que o dono guarda em uma caixa de sapatos, Pra o deixar mais revoltado ainda: sai dali com um sanduíche de pão com mortadela e uma aula de como se ganhar dinheiro, dinheiro que é bom nada. Pra piorar, o comunicador chega na rádio e a energia elétrica tinha acabado de ser cortada. O comunicador é obrigado a esperar o dono da rádio vir e a assistir a picaretagem de o ver fazer um gato na energia. Tudo ligado e o comunicador é obrigado a ficar até meia noite no comando da locução da rádio, sendo que seu horário era até as 22 horas. Mais uma vez, por irresponsabilidade do locutor sequente Juninho mesmo revoltado com o conjunto de safadeza se propõe a ficar até meia noite. Entra no ar com seleção musical atual e ouvinte participando ao vivo pedindo música e ... meia hora depois de entrar no ar e com a audiência da rádio bombando, recebe ligação do dono da rádio que em tom arrogante pede que pare de tocar aquele estilo de musica e colocar ouvinte no ar e envelheça o horário, o comunicador explica que a audiência está bombada que não seria necessário alterar o que estava dando certo e ouve: EU SOU O DONO !!! EU MANDO !!! FAÇA O QUE EU MANDO !!!. Naquele mesmo instante o comunicador PROGRAMA AS MÚSICAS PARA TOCAR A MADRUGADA INTEIRA E SE DEMITE NO AR. Outro detalhe; Naquele mesmo instante o comunicador recebe convites de quem o esnobou para trabalhar na rádio Jovem FM 99,7 MHz e ... Dessa vez é o Juninho que o esnoba não indo fazer parte da sua equipe e indo fazer parte do super cast de locutores da rádio Studio A FM 89,5 MHz com Rodrigo Montinegro, Douglas, Nilton Santos, Samuel Roberto de Aguiar e outros. Poucos dias depois está fora do ar novamente. Nesse período era época de campanha política e o Nilton Santos, dono da rádio trabalhava campanha do Leonel Damo contra Osvaldo Dias, Leonel prometeu que se ganhasse regulamentava a rádio. Não deu ... Osvaldo Dias ganhou e por medo de encrencas Nilton tirou a rádio do ar. O ciclo de locução de sucesso em rádios se encerrou em 2001 e todas em rádios comunitárias da cidade de Mauá. Depois do ano 2.000 ajudou a montar a Líder FM 92,5 MHz trabalhando por poucos meses nela ao lado do locutor David Santos. O projeto não foi pra frente pois o dono era muito enrolado. Em 2007 fez parte da equipe Reversão FM 104,9 MHz com Sebastião Rocha e Moisés. Sofreu golpe do Sebastião Rocha que subtraiu todos os seus CDs e eram muitos e subtraiu equipamentos de colegas de equipe. Um momento no qual o comunicador não gosta nem de lembrar. Em 2008 Juninho Milk que media queda de braço entre o radioamadorismo e a internet decidiu sair do rádio e se dedicar á internet e foi um amor á primeira vista. Na internet se abria novas possibilidades de conhecer muito mais pessoas, embora não se compare o contato rádio com o contato virtual, mas daria pra conhecer muita gente. 3 anos depois de conhecer a internet Juninho Milk passou a investir em rádios na internet, rádios online. Inicialmente montou as rádios Studio Sound e Dinâmica Net Web, as duas com servidores simples e sem transmissões ao vivo. Em 2012 cancelou ambas devida a fofoquinhas e contendas "picuinhas de ouvintes com ouvintes" e montou a Rádio Mauá News FM. Durante todo o ano de 2012 a Mauá News FM bateu recordes de audiência, lançou centenas de músicas antes de qualquer outra rádio sertaneja, lançou muitos artistas e ... começou a aparecer gente interesseira, com motivações a usarem das páginas e grupos para conquistar namoro, trair esposas, trair maridos, namoricos, levarem pessoas das páginas e grupos para suas páginas e seus projetos. A partir dai a fofoca era o tema principal num diz que me disse terrível. O comunicador aguentou essa fase por quase um ano e meio, até que em 28/09/2015, no dia em que a rádio completaria 3 anos, devido a fofocas e contendas, a exemplo da Dinâmica Net Web e da Studio Sound, Juninho Milk resolveu cancelar site oficial e fechar a rádio. Como já vinha com outros projetos e outras rádios paralelas á Mauá News FM, Juninho resolveu criar um único site https://midiadigitalabc.org/ e lá decidiu armazenar todas as suas rádios e conteúdos. Com isso, a Rádio Mauá News FM trocou o seu nome fantasia para Rádio Studio A FM e passou a ser a rádio oficial do Grupo Mídia Digital ABC, que armazenava em sua plataforma as rádios Studio A FM, Cidade ABC, Sensação FM, EU FM!, Sertaneja Sat e rádio X Gospel que era do comunicador Edinho Ferreira. No finalzinho de 2016 e início de 2017 o comunicador resolve dar uma nova chance para a Rádio Mauá News FM e a relança com um novo acesso:https://www.mauanewsfm.com.br/ e nessa inovação em menos de 5 meses a rádio registra mais de 94 mil acessos. Músicas e Bastidores das Celebridades passam a ser os carros chefe da nova rádio. Nesse espaço de tempo Juninho monta a Milk TV https://www.cxtv.com.br/tv-ao-vivo/milk-tvtocando só clipes musicais. Desativa a Rádio Sensação FM e monta a Rádio IGP Gospel para o Pastor Paulo Ferreira, mantém a Rádio Cidade ABC, muda a Rádio Eu FM para Rádio RM Brasil e a Sertaneja Sat para Rádio RM Rock. Em 23/05/2017 Juninho perde sua tia, praticamente sua segunda mãe, não se abala e segue a vida com trabalhos de locução em uma rede de ótica famosa e conceituada. Além de sonhar em montar a MAS Studio, Estúdio de gravações de comerciais para lojas e carros de som. No começo de junho o comunicador perde sua irmã para o cancer, uma semana antes perde o emprego pois o Prefeito Paulo Serra (PSDB) perseguindo a Ótica a proibe de um monte de coisas, dentre ela a de ter locutor. Observações - Em 1990, na época da Radial FM 90,9 MHz, Juninho Milk, José Godóy, Douglinhas Moreno Ruth, Roseli Oliveira (in memorian) Praxedes e outros fizeram parte do Grupo Natureza, Importante grupo de teatro desse ano. Com esse grupo de teatro apresentaram "O fantasma da meia noite" peça que fez muito sucesso no antigo Educandário, teatro que ficava na Rua Ribeirão Preto, Jardim Pedroso. Juninho escreveu algumas peças de teatro de sucesso, dentre ela " Os excluídos " com participação de Márcia, Sabrina,Sandro Correia e outros, Em teatro Juninho atuou, escreveu,dirigiu e foi contra regras. Em 2001 Juninho Milk começou trabalho de locutor em portas de lojas. Ao lado do comunicador Marcio Gustavo. Realizou campanhas de divulgação para a Vivo, Claro e Oi, atuando em Casas Bahia, Magazine Luíza, Pernambucanas, Lojas 100 e Lojas do Baú. São 17 anos de dedicação ao trabalho de locução em lojas nesse ano de 2018. 8 anos de dedicação do comunicador á rádios online, sendo 2 sem qualidade profissional, com o sonho de ver um dia as rádios web's terem o espaço e o respeito que merecem, as ver ser reconhecidas entre internautas e ouvintes do dia a dia, algo que está meio distante da realidade atual. O sonho de mais união e menos fofocas e discórdias que destroem qualquer projeto continua
. Juninho Milk - Locutor - Ator - Comunicador Divulgador e Editor de conteúdos - Junho/2017